2010-03-05

who i am really ?


não sei quem sou .
desconheço o que me tornei .
não sei nada de mim .
como eu fiquei ..

nada é como dantes .
não sou o que era .
no que me tornei ?
serei uma fera ?

explicações não aparecem .
respostas não se mostram .
perguntas chateiam-me .
passado assombra .

encosto-me e penso:
- quem sou eu realmente ?

2 comentários:

Joana Polónia disse...

Antes de mais obrigada por me seguires :)
Gostei muito destes versos e gosto da inocência que acabas por transmitir porque as explicações e as respostas nunca aparecem e deduzo que saibas isso (e foi isto que gostei especialmente :b)

Catarina A. Araújo disse...

muito obrigada :b

acho q nunca iras encontrar essas respostas, apenas surgem (sempre) suposições.